Quais chances de um bom futuro em Sítio do mato?

Juventude Em Foco 12 de fevereiro de 2013 6
Quais chances de um bom futuro em Sítio do mato?

Em um município que apresenta poucas vagas e opções de empregos os jovens se vêem sem saída a não ser fazer o futuro em outra cidade, mas a parte ruim desta história não começa aqui começa quando não é disposta aos jovens boa estrutura como educação, cultura e lazer.
Muitos jovens saem daqui para arrumar emprego em outras cidades, mas qual o tipo de emprego que um jovem muitas vezes sem estrutura pode obter lá fora? Admito que a nossa cidade seja pequena para ter como gerar bons empregos as centenas de jovens, mas, também pergunto… É só por isso que não iremos dar uma boa estrutura a eles? E pensando somente que não se tem volta em educá – los? Essa é uma maneira hipócrita e infantil de se pensar, pois é dever nosso educar e cuidar de nossas crianças e jovens.
Vemos um descaso completo não só com os jovens, mas também com o povo, porque Sítio do Mato não é só uma fabrica de gente e sim uma fabrica de seres humanos que tem seus direitos e sentimentos deve se investir mais em cada cidadão que cresce não importa o que ele vai fazer da vida o importante é saber que fizemos alguma coisa, investir em educação e suporte para nossos jovens já que não podemos gerar bons empregos, fazer o máximo para que eles obtenham uma vida melhor onde quer que estejam.

 Duda Araújo

6 Comentários »

  1. ALINE ROSANE 13 de fevereiro de 2013 às 0:01 - Responder

    Essa pergunta se repete por vários anos e a resposta continua sendo a mesma…pois bem,vejo a “juventude” de hoje sem disposição aos estudos e dessa forma as portas de bons empregos fica um pouco inviável,sabemos que meia dúzia querem algo e estão dispostos a batalhar por um futuro melhor.No que diz respeito a falta de emprego na nossa pequena e pacata cidade,minha sincera opinião é o descaso continuado dos governantes que entra João sai José e nada é feito.A ganância seguida de ininterruptas corrupções não deixam nossa cidade progredir.Sem progresso,sem emprego…o que resta aos sonhadores:Uma vida corrida,saudades da família,sentimento de impotência e uma imensa vontade de voltar pra casa com o dever cumprido e a certeza que nada disso era preciso,pois sabemos que nossa terra é rica e pode ser melhor pra todos,o que falta é o povo tomar vergonha na cara e enxergar além do próprio nariz (bolso).

  2. ALINE ROSANE 13 de fevereiro de 2013 às 0:04 - Responder

    Duda Araújo,fico feliz em saber que minha ex-aluna é uma das minhas,e mais feliz ainda em saber que os 3 primeiros anos da sua vida escolar você passou por minhas mãos.Continue assim garota!!!!!! Parabéns!

  3. Duda Araújo 13 de fevereiro de 2013 às 22:01 - Responder

    Obrigada, continuarei sempre assim falando do que for presciso para obter o resultado necessário eu só gostaria de mais pessoas lutando pelos mesmos ideais que eu, porque uma voz só é uma voz mas quando é mais vozes já se faz toda uma diferença.

  4. Karin Ortega 13 de fevereiro de 2013 às 22:16 - Responder

    Duda, admiro a sua altivez em se posicionar diante dos acontecimentos do municipio onde vive. Creio que outros jovens deveriam se posicionar criticamente, assim como você o faz. Infelizmente, Sítio do Mato não proporciona nada aos jovens e nem os prepara para caminhar pelo Brasil a fora. Precisamos rever a educação infantil, fundamental e Médio do nosso municipio , pois estão deixando a desejar em todos os quesitos. Enquanto não pararmos para refletir, deixarmos de pensar no próprio umbigo e elegermos pessoas capazes e disponiveis para melhorar nosso municipio, jamais iremos conseguir esses beneficios para nossas crianças, jovens e idosos. Como diz: Nossas escolhas, nossos feitos tem consequências e as pessoas só caem a ficha, quando o erro já fora cometido. Enquanto a você minha querida, continue a exercer esse papel tão bonito que é a criticidade, a democracia, a luta pelos seus direitos e a tentativa em trazer novos jovens para questionar a realidade em que vive.

    • Duda Araújo 13 de fevereiro de 2013 às 23:09 - Responder

      Mas muitas vezes me sinto desmotivada, por seguir essa caminhada um pouco solitária, a senhora lembra de um vídeo que tentei fazer um tempo atrás para postar aqui as pessoas com quem tentei fazer ate tentaram mais logo desistiram quando viram que era um pouquinho mais sério do que elas imaginaram.

  5. Karin Ortega 9 de março de 2013 às 10:32 - Responder

    Me recordo sim Eduarda. Infelizmente nessa longa caminha que é a vida, iremos encontrar na grande maioria das pessoas, o espirito do comodismo, da derrota e do medo. O importante é não nos deixarmos nos abater e nos levar por esses sentimentos tão negativos. Saiba que a grande diferença no mundo foi realizada por aqueles cujo a maioria das pessoas o chamavam de louco e cujo as pessoas colocavam pedras no caminho. È claro que vc vai sofrer um bocado, mas o importante de tudo isso será os ensinamentos que vc vai tirar pra sua vida e a sua construção como ser humano.

Deixar uma Resposta »